Alugar uma casa ou apartamento exige muita atenção aos detalhes. Um deles é por qual modalidade de garantia locatícia optar. Mas o que é isso? A Reis Príncipe conta tudo pra você!

Se você pensa em alugar uma casa ou apartamento com certeza já está ciente de que existem alguns trâmites ao longo do caminho. Um deles, que por vezes acaba gerando dúvidas, é qual tipo de modalidade de garantia locatícia adotar. Vamos do começo: para alugar um imóvel é preciso dar segurança ao locador, caso haja inadimplência por parte do inquilino, e essa segurança vem por meio da garantia locatícia

Existem previstas na Lei do Inquilinato algumas modalidades de garantias, que são o caução, a fiança, o seguro fiança locatícia e a cessão de quotas de fundo de investimento. Ainda segundo a Lei citada, é o proprietário do imóvel quem escolhe a modalidade a ser adotada. Um dos tipos mais comuns a serem escolhidos é o depósito caução, do qual falaremos com mais detalhes neste artigo para você!

 Esta modalidade de garantia é feita da seguinte maneira: uma conta poupança conjunta é criada no nome do locador e do locatário. Quem vai alugar deposita o valor correspondente a três aluguéis. Esse dinheiro é uma forma de segurança para o proprietário caso haja problemas de pagamento, por exemplo. No final do contrato, se não houver algum tipo de problema, como débitos ou prejuízos ao imóvel, o dinheiro é devolvido ao inquilino com a correção da poupança de todo o período que esteve depositado.

 E existe ainda uma outra forma de devolução desse dinheiro: em alguns contratos é firmado o acordo de que o valor do caução servirá para o pagamento dos três últimos meses de aluguel. Dessa forma, então, o locatário não recebe o dinheiro de volta, mas não precisa se preocupar com o final do período de aluguel – e em caso de renovação, o dinheiro continua na poupança até que o contrato termine.

Atualmente o depósito de aluguel, como também é conhecido o caução, é um dos tipos de garantia locatícia mais adotados no Brasil. A principal vantagem está na segurança financeira para todas as partes envolvidas no contrato, representando um porto seguro no caso de inadimplências e uma forma de investimento para quem aluga, uma vez que o dinheiro fica armazenado em uma conta poupança. Para tanto, a Reis Príncipe atenta-se ao fato de que, independente da garantia exigida pelo locador ou acordada pelas partes, é de suma importância ler atentamente o contrato. Tanto proprietário quanto inquilino têm direitos e deveres que devem ser sempre cumpridos e respeitados. 

Portanto, em caso de contratempos que atrapalhem pagamentos ou a  própria condição do imóvel, a garantia locatícia deve servir para ajudar e todos os envolvidos devem estar sempre cientes de tudo o que está acontecendo! 

E aí, deu pra entender direitinho o que é o depósito caução e como ele funciona? Continue se informando com a gente aqui no Blog da Reis Príncipe e fique por dentro de tudo que rola no mercado imobiliário! Baixe também o nosso app e conte conosco para auxiliar sempre nas suas tomadas de decisão. Estamos sempre prontos para ajudar!

 

Até a próxima!