Quais as modalidades de garantia mais comuns em aluguel

Na hora de alugar um imóvel, devemos sempre nos atentar em quais são as modalidades de garantia mais comuns em aluguel para optar por aquela que mais se adequa ao nosso perfil.

O que sempre indicamos é que seja realizado o contrato de aluguel através de imobiliária. Este tipo de contrato garante mais segurança tanto para o locador quanto para o locatário e auxilia a evitar qualquer tipo de surpresa no meio do caminho.

Conte com a Imobiliária Reis Príncipe para fazer seu contrato de aluguel! Há 40 anos no mercado imobiliário, nós da Reis Príncipe, temos a tradição e a experiência que você merece na hora de alugar um imóvel.

Para entender quais modalidades de garantia são as mais comuns em aluguel, separamos uma lista repleta de informações úteis para você locador.

 

Fiador

A utilização de um fiador como garantia de aluguel costuma ser a garantia mais comum no ramo imobiliário. Uma pessoa indicada pelo locatário, possuidor de imóvel quitado, fica como responsável secundário pelo contrato de aluguel.

Cada localidade tem suas especificações perante essa modalidade de garantia, contudo busque um fiador de confiança e garanta a ele que você irá honrar o compromisso. Não prejudique uma relação de confiança por inadimplência.

 

Título de Capitalização

O Título de Capitalização, como modalidade garantia, está sendo bastante utilizado no processo de locação. O título de capitalização é comprado no nome do inquilino e vinculado ao imóvel durante o contrato de locação.

Ao fim do contrato de locação, se não houver pendências por parte do inquilino, o mesmo pode ser resgatado com correção. Contudo, se houver pendências, o título é retirado pelo proprietário para sanar dividas e eventuais prejuízos.

 

Seguro Fiança

O seguro fiança tem se tornado uma ótima alternativa para quem não possui um fiador para realizar um contrato de locação. O inquilino poderá contar com o serviço de seguro fiança de uma seguradora, esta que, será responsabilizada por eventuais inadimplências por parte do inquilino.

O seguro aluguel costuma custar algo entre 1% a 3% do valor do aluguel anual. As condições de pagamento podem ser negociadas conforme as normas da seguradora.

Lembre-se: apesar de haver cobertura dos danos por parte da agência de seguros, o inquilino ainda é cobrado por eles futuramente pela agência. Os valores dos danos são taxados por fora do contrato de seguro fiança.

Caução

O depósito de caução funciona da seguinte maneira: o inquilino ao realizar o contrato de aluguel se compromete a depositar o valor de três meses de aluguel em conta em nome do locador.

Após o período de vigência do contrato, o locatário poderá restituir o valor total caso não haja dívidas pendentes. Caso haja inadimplências, o dono do imóvel poderá usar para pagar essas pendências e caso o valor das dívidas seja inferior ao valor total, a diferença deverá ser devolvida ao inquilino.

Carta de fiança

A carta de fiança é realizada a partir de um banco que fornece ao locador uma carta de fiança. Caso o inquilino deixe de pagar o aluguel, a instituição financeira realiza o pagamento e posteriormente realiza a cobrança do valor ao inquilino.

A diferença entre a carta de fiança e o seguro fiança é que o primeiro já possui em contrato uma indenização pré-estabelecida e caso o prejuízo seja maior que o que foi combinado entre o inquilino e banco, o proprietário acabará assumindo eventuais prejuízos.

A carta de fiança pode ser também emitida por empresas, as forças armadas e policiais, órgãos estatais e entre outros a consultar.

 

Agora que você está por dentro de quais são as modalidades mais comuns para garantias em aluguel, que tal conferir os imóveis disponíveis para alugar no site da Imobiliária Reis Príncipe? Lá é possível encontrar os melhores imóveis disponíveis no mercado imobiliário. Confie em quem sabe, aluguel é com a Imobiliária Reis Príncipe.

2019-05-06T19:42:51+00:00maio 6th, 2019|RP NEWS|Comentários desativados em Quais as modalidades de garantia mais comuns em aluguel
WhatsApp chat